Sobre a ABAI

A ABAI é uma ONG sem fins lucrativos, fundada em 1979 por um grupo de amigos brasileiros e suiços, sensibilizados com a situação da infância no Brasil. Iniciou suas atividades com crianças e adolescentes em sistema de "Cadas-Lares", atualmente atende 120 crianças e adolescentes em modalidade de contraturno escolar.

Nossa História

Em 1979 um grupo de amigos brasileiros e suiços, sensibilizados com a situação da infância no Brasil começou a atender crianças de famílias sofridas no barracao da igreja de Mandirituba. No mesmo ano, em uma reuniao em Curitiba, surgiu a ASSOCIAÇAO BRASILEIRA DE AMPARO A INFÂNCIA (ABAI), sob a coordenaçao do arquiteto suíço Geraldo Spiller. Em 1980, os mesmos amigos criaram, na Suíça, uma associaçao de apoio a ABAI, fundada pelo pedagogo Urs Buehler, e entre eles estava uma suíça que adotou, com paixao e emoçao, o Brasil e seu povo pobre: Marianne Spiller. O início das atividades ocorreu em um bairro de zona rural habitado predominantemente por pessoas que sobreviviam da agricultura familiar. Neste sentido, desde o princípio, a instituição manteve seu escopo direcionado para a garantia dos direitos básicos de pessoas e comunidades menos favorecidas, dentro de uma proposta educativa, social e ambiental.


Crioulo sim!
Transgênico não!
O setor de Agroecologia é essencial dentro da ABAI, pois representa sua filosofia de funcionamento, onde o homem é visto como parte da natureza e não como o seu centro ou seu dono.
A Fundação dispõe de uma área rural de 67 hectares, onde existem várias áreas de mata nativa e uma área de reserva de 55 hectares para conservação e educação ambiental. A Entidade trabalha a partir do princípio de que fazemos parte de um todo, estamos integrados num sistema, onde cada ser tem sua importância, sua função. Produção de alimentos; Agricultura Orgânica; Olericultura; Produção de grãos; Pecuária Leiteira; Horta Comunitária; Educação Ambiental.
As atividades agropecuárias ajudam na alimentação diária dentro da instituição e servem como base para cursos de capacitação em benefício dos pequenos produtores da região. O trabalho ocorre em parceria com a EMATER e a Secretaria Municipal de Agricultura seguindo os princípios da agroecologia em uma linha de agricultura familiar, dentro de um conceito sócioambiental que integra e unifica sociedade e natureza. Na agricultura desde 2006 está sendo feito um processo radical de conversão nas áreas de produção – do modo convencional para o orgânico.

Agricultura Agroecológica


Uma das características de Mandirituba é a forte presença, ainda hoje, de pequenos produtores nas atividades rurais. Desde sua fundação a ABAI apoiou e fomentou a agricultura familiar ecológica, com o objetivo de ajudar a fixar o homem no campo e prevenir o êxodo rural. No seu terreno, de 67 hectares, são plantados milho, feijão e várias verduras. Temos também gado leiteiro, cavalos, galinhas e porcos.

Além de produzir para o consumo interno a ABAI serve de centro de capacitação, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) e com a Universidade Federal do Paraná sao realizados cursos de agricultura ecológica na ABAI, abordando temas como fertilidade dos solos, pecuária leiteira, cultivo de camomila e agregação de valor aos produtos da terra para geração de renda.



Educação Ambiental


Na ABAI, a Educação Ambiental objetiva desenvolver o sentir por meio de um circuito de brincadeiras dinâmicas e orientadas que aguçam os sentidos, proporcionar experiências que interiorizam o verdadeiro aprendizado e desenvolvem um senso mais crítico e curioso. As atividades têm uma sequência estimulante que compreende atividades físicas, dinâmicas de sensibilização e trilhas orientadas. A Educação Ambiental, centrada na compreensão da vida, desperta nas crianças e adolescentes o senso de pertença ao meio ambiente, e não de seu dono. Assim, favorece a consciência de responsabilidade sócio-ambiental no sentido de proteção e preservação da natureza.



Reserva Mãe da Mata

about us

A quatro quilômetros de sua sede a Fundação possui uma área de 57 hectares, constituída por vários ecossistemas como várzea, campo e floresta com Araucárias.

Trilha interpretativa

Dentro da floresta existe uma trilha interpretativa que está sendo visitada por escolas de Mandirituba e região para vivências práticas de educação ambiental.

No nosso mundo materialista tudo está sendo transformado em objeto, sujeito à lógica do mercado. A natureza está sendo mercantilizada, o que leva à perda da capacidade de compreender o lado sagrado da criação. O objetivo da vivência na trilha é de sensibilizar os alunos para este lado, dando-lhes a oportunidade de admirar as belezas da natureza e de maravilhar-se com os milagres da criação.

Professores das escolas municipais, estaduais e particulares de Mandirituba e região podem marcar uma visitação da trilha com os seus alunos, acompanhada pelo educador ambiental :

Gilberto Silva, fone 98527-8289

Você pode alugar a Casa da Reserva Mãe da Mata!

Ao lado da Floresta existe uma casa rústica com cozinha, salão e dois quartos que pode ser alugada para aulas, eventos e retiros.

Para alugar a casa, falar com Juvenal: 3626-1202

Centro Socioambiental Mãe Terra

Centro de Educação

O Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra fundamenta suas ações socioeducativas e ambientais nos pressupostos filosóficos da Pedagogia Libertadora de Paulo Freire, a partir de uma leitura da tradição da Pedagogia/Educação Social na América Latina, principalmente na compreensão crítica da realidade como espaço de transformação da situação social do ‘oprimido’.

ABAI na Comunidade

A ABAI vai até a comunidade para juntos discutir os problemas e principalmente encontrar soluções para os problemas e dilemas do dia a dia.
O objetivo não é levar o peixe mas sim juntos aprender a pescar. Com encontros semanais e parcerias em eventos na ABAI e na comunidade o projeto tem gerado resultados positivos e o surgimento de novas lideranças.

Juventude Camponesa

Este projeto pretende fazer com que o jovem fique no campo, a partir de encontros de formação e oportunidades de cursos e vagas de emprego. A ABAI está buscando junto às empresas de Mandirituba e com o apoio do Ministério do Trabalho, da Prefeitura de Mandirituba e outros órgãos governamentais parcerias para oferecer esporte, lazer, formação e trabalho para os jovens do campo e da cidade.

ABAI nas escolas

Este projeto pretende fazer com que o jovem fique no campo, a partir de encontros de formação e oportunidades de cursos e vagas de emprego. A ABAI está buscando junto às empresas de Mandirituba e com o apoio do Ministério do Trabalho, da Prefeitura de Mandirituba e outros órgãos governamentais parcerias para oferecer esporte, lazer, formação e trabalho para os jovens do campo e da cidade.

Centro de Educação

centro1

Pressupostos Filosóficos e Pedagógicos


O Centro de Educação promove a integração socioambiental de crianças e adolescentes de 05 a 15 anos, em situação de vulnerabilidade social do Município de Mandirituba – PR a partir de ações socioeducativas que estimulem a convivência e fortalecimento de vínculos.

O Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra fundamenta suas ações socioeducativas e ambientais nos pressupostos filosóficos da Pedagogia Libertadora de Paulo Freire, a partir de uma leitura da tradição da Pedagogia/Educação Social na América Latina, principalmente na compreensão crítica da realidade como espaço de transformação da situação social do ‘oprimido’.

“Eu gostaria de ser lembrado como alguém que amou o mundo, as pessoas, os bichos, as árvores, a terra, a água, a vida” (Paulo Freire)

Nessa perspectiva, concebe a criança e o adolescente como sujeitos ecológicos com base nas contribuições da psicologia histórico-cultural de Lev Vygotsky.

A partir daí interpreta suas ações metodológicas com base nos princípios pedagógicos de Johann Heinrich Pestalozzi e Célestin Freinet, articulando assim, um trabalho socioeducativo por meio de práticas de observação, exploração e cuidado do ambiente e da Natureza.

  • Oficina de Educação Ambiental
  • Artesanato, Corte e Costura
  • Musicalização e Artes
  • Capoeira
  • Conversa aberta e contação de histórias
  • Informática
  • Marcenaria

ABAI na Comunidade

about us

Projeto ABAI na Comunidade


Ação educativa, de orientação e de construção de alternativas para a cidadania incentivada por uma equipe multiprofissional da Associação Brasileira de Amparo à Infância (ABAI) junto às famílias das comunidades dos bairros do Município de Mandirituba que têm crianças que participam diariamente das atividades socioeducativas de convivência e fortalecimento de vínculos oferecido pelo Centro Socioambiental Mãe Terra – ABAI. O Projeto “ABAI na Comunidade” tem a intenção de apoiar os processos de autoeducação da e pela comunidade em vistas ao fortalecimento comunitário, visando promover atitudes de solidariedade e cooperação entre os membros, valores sociais de participação cidadã e novas formas de economia social, que lhes garantam o aprimoramento das condições e qualidade de vida.

As ações planejadas estão sustentadas em conhecimentos da psicologia social comunitária (perspectiva latino-americana) e na perspectiva da educação libertadora de Paulo Freire, no que se refere aos processos de conscientização e fortalecimento comunitário, bem como de lideranças e redes de apoio. As ações sustentam-se, também, na experiência dos movimentos sociais e populares, nas suas formas de organização e processos de transformação social.

Nessa perspectiva, as técnicas a serem usadas são rodas e dinâmicas de grupo e técnicas participativas de educação popular (animação, análise geral, de organização e planejamento, de análise da estrutura social, económico, político, ideológico, entre outras). Estas técnicas serão animadas por músicas, cantos e momentos de confraternização e partilha.

Os encontros na comunidade acontecerão quinzenalmente, próximo a uma moradia de um dos membros da comunidade, com duração de 2 horas, no final da tarde. A primeira comunidade a ser visitada será a do Bairro Queimados por possuir o maior número de crianças atendidas pela ABAI.


Juventude Camponesa


  • 1. FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO EM AGROECOLOGIA
  • A ABAI e as entidades parceiras promovem encontros , oficinas e intercâmbios com conteúdos nas áreas específicas da agroecologia e temáticas gerais para que os participantes do projeto possam se apropriar de conhecimentos diversos e se tornarem multiplicadores.

  • 2. VALORIZAÇÃO DA CULTURA CAMPONESA
  • Reviver as práticas e as criatividades dos camponeses e camponesas na celebração da vida e na valorização dos seus costumes e da sua espiritualidade.

  • 3. TROCA DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS LOCAIS E COLETIVAS
  • O projeto promoverá respeito à realidade de cada jovem e a troca de experiências já aplicadas, incorporando novas nas propriedades e na ABAI nas ações coletivas.

  • 4. INTERCÂMBIOS COM OUTRAS EXPERIÊNCIAS
  • O projeto oferecerá condições para conhecer experiências diversas no campo da agroecologia em outras regiões do Estado e do Brasil, fortalecendo as já conhecidas.

  • 5. ACESSAR RECURSOS E GERAR RENDA
  • Para melhorar a qualidade de vida no campo, o projeto facilitará a construção e elaboração de projetos para capacitação, no campo da produção e comercialização com objetivo de gerar renda para os participantes do projeto.

ABAI na Escola

about us

Desde sua fundação a ABAI sempre manteve uma proximidade grande com as escolas da região com o intuito de fortalecer seu trabalho educacional. Por outro lado as escolas também sempre procuram a instituição quando precisam oferecer aos seus educandos uma atividade diferenciada. Surgiu assim a idéia do projeto "ABAI nas Escolas", a partir de atividades ambientais, apresentações teatrais, rodas de capoeira, música e realização de eventos pedagógicos em parceria.

A quatro quilômetros de sua sede a Fundação possui uma área de 57 hectares, constituída por vários ecossistemas como várzea, campo e floresta com Araucárias. Dentro da floresta existe uma trilha interpretativa que está sendo visitada por escolas de Mandirituba e região para vivências práticas de educação ambiental.

No nosso mundo materialista tudo está sendo transformado em objeto, sujeito à lógica do mercado. A natureza está sendo mercantilizada, o que leva à perda da capacidade de compreender o lado sagrado da criação. O objetivo da vivência na trilha é de sensibilizar os alunos para este lado, dando-lhes a oportunidade de admirar as belezas da natureza e de maravilhar-se com os milagres da criação.
Professores das escolas municipais, estaduais e particulares de Mandirituba e região podem marcar uma visitação da trilha com os seus alunos, acompanhada pelo educador ambiental da ABAI.

Comunidade Terapêutica

about us

Passos para iniciar o Tratamento

Após a família identificar o uso efetivo de substâncias psicoativas ou uso e abuso de álcool:

Objetivos Terapêuticos

Promover a aquisição de habilidades de enfrentamento diante das situações de risco, através da mudança de atitudes, hábitos, ambiente, pessoas, etc; Favorecer o desenvolvimento das capacidades de iniciativa e criatividade; Desenvolver o valor do trabalho como instrumento de desenvolvimento da capacidade de responsabilidade, do sentido de produtividade, utilidade e dignidade do ser humano; Vincular a família no processo terapêutico, com o objetivo de restaurar a comunicação familiar, o resgate de papéis e conscientizar e tratar a condição de codependência.

A comunidade terapêutica da ABAI tem capacidade para atender 20 residentes do sexo masculino, com idade entre 23 a 55 anos, que já passaram pela desintoxicação em locais especializados. O programa terapêutico está embasado numa abordagem holística com fundamentação no Programa de prevenção de Recaída de G. Alan Marlatt (Universidade de Washington – EUA). Seu objetivo principal é construir junto com os residentes acolhidos, caminhos que possibilitem abstinência e autonomia por meio da preparação para a reinserção na sociedade e no mercado de trabalho.

Contato

ABAI

Estrada Municipal Otávio de Jesus Biscaia, s/n
Mandirituba, Paraná
Tel: 41 3626-1202 - 41 3626-2264