Notícias

A Abai participa do Dia do Produtor e do...

Saiba mais

Entidades Sociais do Paraná, filiadas ao CONSESP,...

No dia 24 de novembro de...

Dia da Família na ABAI!

Neste domingo, dia 18 de setembro, o Centro de...

Quem Somos

A Associação Brasileira de Amparo à Infância, mais conhecida como ABAI, é uma Organização não governamental, sem fins lucrativos, de assistência social, fundada em 1979 por um grupo de amigos brasileiros e suiços, sensibilizados com a situação da infância no Brasil. Iniciou suas atividades com crianças e adolescentes em sistema de "Cadas-Lares", atualmente atende 120 crianças e adolescentes em modalidade de contraturno escolar.

about us

Fundada em 1979 em Curitiba, Paraná, a ABAI é uma organização não governamental com uma visão sócio-ambiental, que integra o ser humano e a natureza dentro de uma espiritualidade libertadora. A sede da organização encontra-se em uma Chácara de 27 alqueires na área rural de Mandirituba, a 40 km ao sul de Curitiba. Ao longo de seus 30 anos de existência a ABAI tem desenvolvido projetos de educação, agroecologia, preservação da natureza e tratamento de dependência química em comunidade terapêutica. Em 1979 um grupo de amigos brasileiros e suiços, sensibilizados com a situação da infância no Brasil começou a atender crianças de famílias sofridas no barracao da igreja de Mandirituba. No mesmo ano, em uma reuniao em Curitiba, surgiu a ASSOCIAÇAO BRASILEIRA DE AMPARO A INFÂNCIA (ABAI), sob a coordenaçao do arquiteto suíço Geraldo Spiller. Em 1980, os mesmos amigos criaram, na Suíça, uma associaçao de apoio a ABAI. O fundador dessa associaçao foi o pedagogo Urs Buehler, que infelizmente nos deixou em 1996, e entre eles estava uma suíça que adotou, com paixao e emoçao, o Brasil e seu povo pobre: Marianne Spiller. O início das atividades ocorreu em um bairro de zona rural habitado predominantemente por pessoas que sobreviviam da agricultura familiar. Neste sentido, desde o princípio, a instituição manteve seu escopo direcionado para a garantia dos direitos básicos de pessoas e comunidades menos favorecidas, dentro de uma proposta educativa, social e ambiental.

Mission

Construir, em rede, caminhos dignos de vida por meio de programas em Agroecologia, Educação Infanto-juvenil e Comunidade Terapêutica.

Os três eixos de atuação em rede da ABAI:

Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra (para crianças e adolescentes em contraturno escolar);
Comunidade Terapêutica para tratamento da dependência química(para adultos do sexo masculino);
Centro de Agroecologia (Educação Ambiental e Produção de alimentos para a instituição);

Veja também

Festas_Da_Semente
Veja todas!
Folhas_Da_ABAI
Leia aqui
Fotos_Históricas
Veja aqui
Vídeos
Veja aqui

Fotos Históricas

Veja abaixo as imagens dos principais acontecimentos que marcaram a história da ABAI desde a sua fundação em 1979

Vídeos institucionais

Mãe dos Emigrantes - nova música da Banda Mãe Terra

Música da Banda Mãe Terra, da ABAI, de Mandirituba - Paraná. Parte do projeto da Casa Madre Cabrini, para a acolhida dos Refugiados no Brasil.

Ver vídeo

Banda Mãe Terra e Leonardo Boff - Um encontro artístico

No Dia do Produtor e do Consumidor Consciente, evento realizado no Sindicato dos Bancários em Curitiba

Ver vídeo

Vídeo de Apresentação Institucional da ABAI

Veja alguns registros das principais atividades realizadas pela instituição e um pouco de sua história

Ver vídeo

Criança e ecologia - Centro Socioambiental Mãe Terra

Registro de atividades realizadas no Centro Socioambiental Mãe Terra, da ABAI, em parceria com a Fundação Vida Para Todos - ABAI.

Ver vídeo

Horta Mandala - Ensinando a agroecologia e educação ambiental

Atividades realizadas no Centro Socioambiental Mãe Terra, um dos projetos da ABAI.

Ver vídeo

Educação Ambiental, compromisso da ABAI com o futuro

Registro de atividades realizadas no Centro Socioambiental Mãe Terra

Ver vídeo

A História do Natal contada pelas crianças

A história de Natal contada por crianças de 4 à 6 anos atendidas pela ABAI.

Ver vídeo

Centro SocioAmbiental Mãe Terra

O Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra promove a integração socioambiental de crianças e adolescentes de 05 a 15 anos, em situação de vulnerabilidade social do Município de Mandirituba – PR a partir de ações socioeducativas que estimulem a convivência e fortalecimento de vínculos.

Centro de Educação

O Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra fundamenta suas ações socioeducativas e ambientais nos pressupostos filosóficos da Pedagogia Libertadora de Paulo Freire, a partir de uma leitura da tradição da Pedagogia/Educação Social na América Latina, principalmente na compreensão crítica da realidade como espaço de transformação da situação social do ‘oprimido’.

ABAI na Comunidade

A ABAI vai até a comunidade para juntos discutir os problemas e principalmente encontrar soluções para os problemas e dilemas do dia a dia.
O objetivo não é levar o peixe mas sim juntos aprender a pescar. Com encontros semanais e parcerias em eventos na ABAI e na comunidade o projeto tem gerado resultados positivos e o surgimento de novas lideranças.

Juventude Camponesa

Este projeto pretende fazer com que o jovem fique no campo, a partir de encontros de formação e oportunidades de cursos e vagas de emprego. A ABAI está buscando junto às empresas de Mandirituba e com o apoio do Ministério do Trabalho, da Prefeitura de Mandirituba e outros órgãos governamentais parcerias para oferecer esporte, lazer, formação e trabalho para os jovens do campo e da cidade.

ABAI nas escolas

Este projeto pretende fazer com que o jovem fique no campo, a partir de encontros de formação e oportunidades de cursos e vagas de emprego. A ABAI está buscando junto às empresas de Mandirituba e com o apoio do Ministério do Trabalho, da Prefeitura de Mandirituba e outros órgãos governamentais parcerias para oferecer esporte, lazer, formação e trabalho para os jovens do campo e da cidade.

Centro de Educação

Pressupostos Filosóficos e Pedagógicos


O Centro de Educação promove a integração socioambiental de crianças e adolescentes de 05 a 15 anos, em situação de vulnerabilidade social do Município de Mandirituba – PR a partir de ações socioeducativas que estimulem a convivência e fortalecimento de vínculos.

O Centro de Educação Socioambiental Mãe Terra fundamenta suas ações socioeducativas e ambientais nos pressupostos filosóficos da Pedagogia Libertadora de Paulo Freire, a partir de uma leitura da tradição da Pedagogia/Educação Social na América Latina, principalmente na compreensão crítica da realidade como espaço de transformação da situação social do ‘oprimido’.

“Eu gostaria de ser lembrado como alguém que amou o mundo, as pessoas, os bichos, as árvores, a terra, a água, a vida” (Paulo Freire)

Nessa perspectiva, concebe a criança e o adolescente como sujeitos ecológicos com base nas contribuições da psicologia histórico-cultural de Lev Vygotsky.

A partir daí interpreta suas ações metodológicas com base nos princípios pedagógicos de Johann Heinrich Pestalozzi e Célestin Freinet, articulando assim, um trabalho socioeducativo por meio de práticas de observação, exploração e cuidado do ambiente e da Natureza.

07:35 – 07:45 - Chegada e Acolhida das crianças e dos adolescentes

07:45 – 08:00 - Roda de conversa nas turmas

O educador, usando alguma dinâmica ou técnica, convida às crianças e/ou adolescentes a partilharem sobre seu dia anterior e/ou fim de semana.

08:00 – 08:30 - Café, espiritualidade e higiene bucal

As turmas dirigem-se ao refeitório, os educadores motivam um momento de espiritualidade para agradecer os alimentos e a partilha dos mesmos. Logo após dirigem-se para fazerem a higiene bucal.

08:30 – 09:30/10:00 - Oficina socioeducativa 1

As oficinas são ministradas em diferentes espaços conforme a especificidade de cada oficina, de preferência ao “ar livre”. Algumas oficinas são ministradas pelos próprios educadores das turmas (projetos temáticos) ou por educadores específicos. Dependendo da especificidade da oficina e da turma, o tempo de duração é entre 60 a 90 minutos.

09:30 – 10:00 - Recreio / Lanche

Após participarem da Oficina 1 as crianças e adolescentes dirigem-se ao espaço definido para seu recreio (jardim, campo, parque, etc.). Neste momento as crianças e adolescentes brincam livremente até o sinal dos educadores.

10: 00 – 11:00/11:30 - Oficina Socioeducativa 2

11:00 – 11:30 - Apoio escolar / Leitura / Texto Livre / Jogos Didáticos

11:30 – 12:00 - Almoço, espiritualidade e higiene bucal

12:25 - Saída para a escola

  • Oficina de Educação Ambiental
  • Artesanato, Corte e Costura
  • Musicalização e Artes
  • Capoeira
  • Conversa aberta e contação de histórias
  • Informática
  • Marcenaria

ABAI na Comunidade


about us

Projeto ABAI na Comunidade


Ação educativa, de orientação e de construção de alternativas para a cidadania incentivada por uma equipe multiprofissional da Associação Brasileira de Amparo à Infância (ABAI) junto às famílias das comunidades dos bairros do Município de Mandirituba que têm crianças que participam diariamente das atividades socioeducativas de convivência e fortalecimento de vínculos oferecido pelo Centro Socioambiental Mãe Terra – ABAI. O Projeto “ABAI na Comunidade” tem a intenção de apoiar os processos de autoeducação da e pela comunidade em vistas ao fortalecimento comunitário, visando promover atitudes de solidariedade e cooperação entre os membros, valores sociais de participação cidadã e novas formas de economia social, que lhes garantam o aprimoramento das condições e qualidade de vida.

As ações planejadas estão sustentadas em conhecimentos da psicologia social comunitária (perspectiva latino-americana) e na perspectiva da educação libertadora de Paulo Freire, no que se refere aos processos de conscientização e fortalecimento comunitário, bem como de lideranças e redes de apoio. As ações sustentam-se, também, na experiência dos movimentos sociais e populares, nas suas formas de organização e processos de transformação social.

Nessa perspectiva, as técnicas a serem usadas são rodas e dinâmicas de grupo e técnicas participativas de educação popular (animação, análise geral, de organização e planejamento, de análise da estrutura social, económico, político, ideológico, entre outras). Estas técnicas serão animadas por músicas, cantos e momentos de confraternização e partilha.

Os encontros na comunidade acontecerão quinzenalmente, próximo a uma moradia de um dos membros da comunidade, com duração de 2 horas, no final da tarde. A primeira comunidade a ser visitada será a do Bairro Queimados por possuir o maior número de crianças atendidas pela ABAI.

Juventude Camponesa


Projeto Juventude Camponesa


  • 1. FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO EM AGROECOLOGIA
  • A ABAI e as entidades parceiras promovem encontros , oficinas e intercâmbios com conteúdos nas áreas específicas da agroecologia e temáticas gerais para que os participantes do projeto possam se apropriar de conhecimentos diversos e se tornarem multiplicadores.

  • 2. VALORIZAÇÃO DA CULTURA CAMPONESA
  • Reviver as práticas e as criatividades dos camponeses e camponesas na celebração da vida e na valorização dos seus costumes e da sua espiritualidade.

  • 3. TROCA DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS LOCAIS E COLETIVAS
  • O projeto promoverá respeito à realidade de cada jovem e a troca de experiências já aplicadas, incorporando novas nas propriedades e na ABAI nas ações coletivas.

  • 4. INTERCÂMBIOS COM OUTRAS EXPERIÊNCIAS
  • O projeto oferecerá condições para conhecer experiências diversas no campo da agroecologia em outras regiões do Estado e do Brasil, fortalecendo as já conhecidas.

  • 5. ACESSAR RECURSOS E GERAR RENDA
  • Para melhorar a qualidade de vida no campo, o projeto facilitará a construção e elaboração de projetos para capacitação, no campo da produção e comercialização com objetivo de gerar renda para os participantes do projeto.

ABAI nas Escolas


about us

Projeto ABAI nas Escolas


A ABAI sempre manteve uma proximidade grande com as escolas da região com o intuito de fortalecer seu trabalho educacional. Por outro lado as escolas também sempre procuram a instituição quando precisam oferecer aos seus educandos uma atividade diferenciada. Surgiu assim a idéia do projeto "ABAI nas Escolas", a partir de atividades ambientais, apresentações teatrais, rodas de capoeira, música e realização de eventos pedagógicos em parceria.

A quatro quilômetros de sua sede a Fundação possui uma área de 57 hectares, constituída por vários ecossistemas como várzea, campo e floresta com Araucárias. Dentro da floresta existe uma trilha interpretativa que está sendo visitada por escolas de Mandirituba e região para vivências práticas de educação ambiental.

No nosso mundo materialista tudo está sendo transformado em objeto, sujeito à lógica do mercado. A natureza está sendo mercantilizada, o que leva à perda da capacidade de compreender o lado sagrado da criação. O objetivo da vivência na trilha é de sensibilizar os alunos para este lado, dando-lhes a oportunidade de admirar as belezas da natureza e de maravilhar-se com os milagres da criação.
Professores das escolas municipais, estaduais e particulares de Mandirituba e região podem marcar uma visitação da trilha com os seus alunos, acompanhada pelo educador ambiental da ABAI.

Texto aqui

Texto aqui

Educação pela Música

"Eu quero ser lembrado como alguém que amou profundamente / O mundo, as árvores e os animais, uma vida diferente..."
"Cuidar da Terra é condição, para que a semente siga em frente e nos dê o pão..."
Estes são alguns trechos de músicas da ABAI utilizadas nas atividades pedagógicas.

Agroecologia

about us

O setor de Agroecologia é essencial dentro da ABAI, pois representa sua filosofia de funcionamento, onde o homem é visto como parte da natureza e não como o seu centro ou seu dono.
A Fundação dispõe de uma área rural de 67 hectares, onde existem várias áreas de mata nativa e uma área de reserva de 55 hectares para conservação e educação ambiental. A Entidade trabalha a partir do princípio de que fazemos parte de um todo, estamos integrados num sistema, onde cada ser tem sua importância, sua função. Produção de alimentos; Agricultura Orgânica; Olericultura; Produção de grãos; Pecuária Leiteira; Horta Comunitária; Educação Ambiental.
As atividades agropecuárias ajudam na alimentação diária dentro da instituição e servem como base para cursos de capacitação em benefício dos pequenos produtores da região. O trabalho ocorre em parceria com a EMATER e a Secretaria Municipal de Agricultura seguindo os princípios da agroecologia em uma linha de agricultura familiar, dentro de um conceito sócioambiental que integra e unifica sociedade e natureza. Na agricultura desde 2006 está sendo feito um processo radical de conversão nas áreas de produção – do modo convencional para o orgânico.

Educação Ambiental

about us

A Casa da Semente

A fim de organizar a produção e a circulação de sementes orgânicas, particularmente de hortaliças, entre agricultores familiares ecológicos, diversas entidades e produtores se uniram. A AOPA e a ABAI somaram esforços para a construção de uma unidade de beneficiamento de sementes na área rural da ABAI no município de Mandirituba.
A Embrapa, por meio do projeto SEMECOL, além de fornecer uma máquina de beneficiamento de sementes contribuiu na formação e organização dos agricultores.
A Casa da Semente foi inaugurada no dia 13 de março de 2016, com a participação de 27 organizações ligadas à Agroecologia e à agricultura familiar.

Comunidade Terapêutica

about us

A comunidade terapêutica da ABAI tem capacidade para atender 25 residentes do sexo masculino, com idade entre 28 a 55 anos, que já passaram pela desintoxicação em locais especializados. O programa terapêutico está embasado numa abordagem holística com fundamentação no Programa de prevenção de Recaída de G. Alan Marlatt (Universidade de Washington – EUA). Seu objetivo principal é construir junto com os residentes acolhidos, caminhos que possibilitem abstinência e autonomia por meio da preparação para a reinserção na sociedade e no mercado de trabalho.

Passos para iniciar o Tratamento

Após a desintoxicação do candidato, ele deverá agendar uma entrevista por telefone, combinando data e horário para entrevista, será atendido por um de nossos profissionais da equipe técnica, avaliando o grau de dependência, bem como o tipo de substância utilizada e principalmente se o candidato já passou pelo processo de desintoxicação. A partir do resultado positivo da entrevista (com a equipe técnica) é que o candidato poderá iniciar o acolhimento como residente.

Ligue agora mesmo e faça seu agendamento:

(41) 3626-1202 ou 3626-2264 – Segunda à Sexta-Feira das 08h30 às 16h00

Objetivos Terapêuticos

Promover a aquisição de habilidades de enfrentamento diante das situações de risco, através da mudança de atitudes, hábitos, ambiente, pessoas, etc; Favorecer o desenvolvimento das capacidades de iniciativa e criatividade; Desenvolver o valor do trabalho como instrumento de desenvolvimento da capacidade de responsabilidade, do sentido de produtividade, utilidade e dignidade do ser humano; Vincular a família no processo terapêutico, com o objetivo de restaurar a comunicação familiar, o resgate de papéis e conscientizar e tratar a condição de codependência.

Texto aqui

Restaurante da ABAI

O Restaurante da ABAI “Mãe Terra” é um espaço de encontro e formação da comunidade através da realização de cursos, palestras, atividades culturais e festas , promovendo a alegria de viver, a consciência sócio-ambiental e a cidadania.

Contato

Conheça nossos projetos, marque uma visita!

ABAI

Estrada Municipal Otávio de Jesus Biscaia, s/n
Mandirituba, Paraná
Tel: 41 3626-1202 - 41 3626-2264